VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Dono de padaria de São José dos Campos é preso em flagrante por furto de energia

Dono de padaria de São José dos Campos é preso em flagrante por furto de energia. Os representantes da EDP e da Polícia estiveram em um estabelecimento  localizado no retorno da Avenida Leonor de Almeida Ribeiro Souto, conjunto industrial Eldorado, onde com a ajuda do Instituto de Criminalística constaram, nesta terça-feira (24/01), pela manhã, a ligação irregular de energia elétrica.

No estabelecimento, os policiais foram atendidos pelo proprietário e pela equipe EDP que já estava no local. O dono da padaria foi informado do motivo pelo qual os policiais e agentes da concessionária de energia estavam ali e também foi avisado a respeito da necessidade da realização de uma vistoria no centro de medição, tendo o mesmo autorizado e franqueado a entrada da equipe, oportunidade na qual foi constatada pelo técnico da EDP e pelos policiais que acompanhavam os trabalhos, que o abastecimento de energia do local era feito de forma criminosa e fraudulenta.

Durante a checagem, o técnico efetivamente localizou no eletroduto , nos cabos que vêm da rede de distribuição e vão ao medidor, uma derivação nas três fases, “A”, “B” e “C” e que a derivação é uma rede paralela que se conecta no ramal de entrada, antes do medidor, propiciando que a energia seja consumida diretamente da rede da distribuição, sem que passe por medição e, consequentemente, sem que seja paga, gerando prejuízo à Concessionária EDP. O prejuízo da EDP com o desvio de energia foi de cerca de R$ 50 mil.

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS DE SJC. É GRÁTIS!

Diante dos fatos, foi requisitado exame pericial local ao Instituto de Criminalística, que confirmou a existência da
irregularidade constatada pelos policiais e pelo técnico da EDP, razão pela qual, o policial civil deu voz de prisão
em flagrante delito para o dono da padaria, pela prática do crime de furto de energia. Em seguida, ele foi conduzido juntamente com o representante da concessionária, empresa vítima, para a sede desta especializada da Polícia Civil para adoção das providências legais cabíveis.

Questionado a respeito dos fatos, informou que contratou um eletricista para verificar a fiação do estabelecimento, mas desconhecia qualquer fraude. Na delegacia, o delegado confirmou voz de prisão ao empresário, que vai responder em liberdade, uma vez que pagou a fiança arbitrada em dois salários mínimos, R$ 2,6 mil.

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo. 

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS GERAIS. É GRÁTIS!

Siga nosso Instagram

Leia mais

Advertisement