VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Suspensão do contrato de trabalho de 1.200 trabalhadores da GM, em São José dos Campos, pode durar até 10 meses

Advertisement

Suspensão do contrato de trabalho de 1.200 trabalhadores da GM, em São José dos Campos, pode durar até 10 meses. A medida foi anunciada por meio do Sindicato dos Metalúrgicos, depois de reunião que aconteceu nesta quarta-feira (14/06). A medida começaria a valer a partir de 03 de julho e a empresa alega queda nas vendas para suspender a produção no segundo turno.

O layoff prevê que os trabalhadores fiquem em casa, façam cursos de requalificação e recebam parte dos salários com recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). Para ser implementado, é necessária a aprovação dos trabalhadores em assembleia.

O Sindicato dos Metalúrgicos, que nesta reunião apenas ouviu a direção da empresa, propõe outras alternativas, como a redução da jornada de trabalho sem redução de salário. Uma nova negociação com o Sindicato está prevista para sexta-feira (16).

“A General Motors lucrou muito no último período e não tem por que suspender o contrato dos trabalhadores, que acabam sendo prejudicados”, afirmou o vice-presidente do Sindicato, Valmir Mariano.

“O Sindicato intensificará a campanha em defesa dos empregos na GM de São José dos Campos e, uma vez que a empresa fala em queda nas vendas, a entidade reivindica a redução da jornada de trabalho sem redução de salário, para que todos os empregos sejam garantidos”, acrescentou Valmir.

A GM em São José dos Campos conta com 3.958 trabalhadores e produz os modelos S10 e Trailblazer.

https://www.instagram.com/reel/Cteq6k9rHVJ/?utm_source=ig_web_copy_link&igshid=MzRlODBiNWFlZA==

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu WhatsApp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo. 

Advertisement