VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Vídeo: Santa Casa de São José dos Campos inaugura nova ala com mais de 50 leitos, sendo 30 de UTIs

Advertisement

Santa Casa de São José dos Campos inaugura nova ala com mais de 50 leitos, sendo 30 de UTIs. A inauguração aconteceu nesta segunda-feira (27/03) e contou com a presença de autoridades municipais, estaduais e federais. O investimento no novo espaço foi de R$ 41,5 milhões para materiais e serviços, e R$5,5 milhões para aquisição de equipamentos e mobiliário. Deste total, R$ 32,4 milhões são provenientes de empréstimo aprovado através do programa BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). As obras na nova ala foram iniciadas no segundo semestre de 2021. O hospital quer continuar na vanguarda do que há de mais moderno em medicina e avançar em outra área: a de pesquisa.

Além dos 30 novos leitos de UTIs, outros 22 apartamentos de internação foram adicionados ao complexo. Destes dois quartos são para isolamento de pacientes. Agora, a Santa Casa de São José dos Campos conta com 260 leitos entre a Central de Terapia Intensiva, que teve incremento de 55%, de internação, aumento de 19%. Houve ainda a criação de mais de 03 salas cirúrgicas, sendo a capacidade aumentada de 07 para 10. As novas salas de cirurgia são parte do que há de mais moderno na medicina atualmente.

“É com muito orgulho que escrevemos mais um capítulo da nossa história, que é secular. Seguiremos empenhados para alcançar muitos outros feitos que nos permitam continuar honrando nossa missão, há mais de 100 anos: acolher, respeitar e cuidar”, falou o provedor da Santa Casa de São José dos Campos, Ivã Molina.

O aumento do hospital impacta diretamente na contratação de mão-de-obra especializada. Serão mais 92 profissionais e 16 aprendizes. As vagas não serão preenchidas de uma única vez, o preenchimento será gradativo, conforme os leitos forem sendo abertos. “Essa ampliação é uma grande satisfação para nós, nos permitindo ampliar nossos quadros, oferecer mais conforto aos nossos pacientes e, assim, continuar assegurando a qualidade dos serviços que oferecemos à população e que nos tornou referência em atendimento em toda a região do Vale do Paraíba, com humanização. As obras aumentaram nossa capacidade de prestação de serviço, com infraestrutura adequada para cuidar dos pacientes com ainda mais acolhimento, respeito e eficiência”, fala o provedor.

Sala cirúrgica inteligente

A inauguração também contempla estrutura inteligente das salas cirúrgica, ampliadas em 30% (de 07 para 10). Com ambiente integrado que combina tecnologia com técnicas minimamente invasivas, proporciona ao profissional autonomia sobre o espaço cirúrgico, como o controle da intensidade de luz, registro de imagens e transmissão em tempo real dos procedimentos.
“A principal diferença entre salas de cirurgia comuns e salas de cirurgia inteligentes é que, além da ergonomia, há equipamentos disponíveis para a captação de áudio e imagens em alta resolução para a realização de cirurgias assistidas e videoconferências”, ressalta o provedor.

Uma das câmeras é conectada ao equipamento de vídeo cirurgia e a outra apontada para o local da cirurgia, sendo possível a utilização do monitor da sala para observar os detalhes da cirurgia de diferentes ângulos e posições. “Nas salas inteligentes, as imagens são monitoradas por toda a equipe por meio dessas câmeras, enquanto nas salas tradicionais apenas o cirurgião tem a visão cirúrgica privilegiada”, salienta Molina.

Equipamentos de ponta

Entre os modernos equipamentos que integram a sala cirúrgica inteligente está o workstation de anestesia, com funcionalidades para ajudar a tornar o processo de anestesia mais seguro para os pacientes e para a equipe clínica. Disponibiliza informações gráficas como fluxo de gás fresco durante a anestesia, até a monitorização de oxigênio e a captação de agente anestésico.
Outro destaque é a plataforma de monitorização avançada, com recurso que detecta a probabilidade de um paciente evoluir para um evento hipotensor (que causa a queda da pressão arterial) antes que ocorra. Além disso, fornece informações sobre a causa da hipotensão e auxilia na conduta a ser adotada para o paciente.

Formação

A sala cirúrgica inteligente também contribuirá para a formação de novos e futuros médicos. Isso porque residentes e estudantes de Medicina poderão acompanhar os procedimentos no auditório da instituição, como se estivessem dentro da sala cirúrgica, sendo possível a interação com o cirurgião. Um outro ponto destacado é que o hospital se prepara para uma nova etapa e uma nova era, que é a da pesquisa. Detalhes na entrevista abaixo com o provedor da Santa Casa, Ivã Molina.

* com informações da assessoria de imprensa da Santa Casa

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre na nossa comunidade. 

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS DE SJC. É GRÁTIS!

SIGA NOSSO INSTAGRAM

Leia mais