"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

12 pessoas de uma quadrilha que aplicava golpes são presas em condomínio de luxo no Vale do Paraíba

Advertisement

12 pessoas de uma quadrilha que aplicava golpes são presas em condomínio de luxo no Vale do Paraíba. Ação da Polícia Civil aconteceu em Igaratá, cidade escolhida por criminosos da Capital para praticar estes e outros delitos. Uma das vítimas do grupo, uma juíza, perdeu quase R$ 50 mil. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP E RECEBA AS NOTÍCIAS EM PRIMEIRA MÃO

A Polícia Civil desmantelou uma central de golpes na última sexta-feira (21/06). A operação resultou na prisão em flagrante de 12 suspeitos, com idades entre 22 e 30 anos. Eles utilizavam tecnologia de comunicação via satélite para se passarem por funcionários de bancos e enganar as vítimas.

Investigação e Operação

As investigações começaram após denúncias de movimentações suspeitas no imóvel, observadas por vários dias. Testemunhas relataram que os moradores do local frequentemente chegavam e saíam carregando notebooks, fones de ouvido e outros dispositivos eletrônicos.

Equipes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) descobriram que a residência funcionava como uma central de golpes. No momento da abordagem policial, seis suspeitos não resistiram e foram detidos no local, enquanto os outros tentaram fugir pelos fundos da casa, mas foram capturados após se ferirem ao pular o muro. Os feridos receberam atendimento médico antes de serem encaminhados à delegacia.

Materiais Apreendidos

Dentro da casa, a polícia encontrou 12 notebooks, 18 celulares, cinco fones de ouvido e três veículos. Nos computadores, os investigadores descobriram uma planilha contendo nomes das vítimas, com algumas marcadas em vermelho e apenas um nome em verde.

Um dos agentes fez contato com a vítima cujo nome estava destacado em verde, uma juíza de 76 anos do estado do Rio de Janeiro, que informou que os golpistas haviam roubado quase R$ 50 mil de sua conta bancária. Um dos suspeitos se passou por gerente do banco da vítima e obteve os dados necessários para realizar a transação fraudulenta.

Esquema Detalhado

Além da lista de vítimas, os investigadores encontraram roteiros de orientação para os executores operacionais, detalhando como convencer as vítimas a caírem no golpe. Esses documentos revelaram a sofisticação e a organização da quadrilha, que usava táticas elaboradas para enganar pessoas idosas e vulneráveis.

Encaminhamento e Acusações

Os 12 suspeitos – seis homens e seis mulheres – foram levados à 5ª Delegacia Patrimônio, no Deic, onde foram autuados por furto, associação criminosa, desobediência e apreensão de objetos. As autoridades destacaram a importância da denúncia anônima e da colaboração da comunidade para o sucesso da operação.

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.