"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Abaixo-assinado: “Lei Fox” alcança 100 mil assinaturas

Advertisement

O abaixo-assinado para mudar a legislação federal e aprovar a ‘Lei Fox’ já contabiliza 100 mil assinaturas. O caso do cachorrinho que foi brutalmente atacado por um bull terrier, no dia 9 de outubro, em São José dos Campos, ganhou repercussão nacional e chamou atenção de milhares de pessoas. Na última semana, os deputados Matheus Laiola (União Brasil), Marcelo Queiroz (PP-RJ), Fred Costa (Patriota) e Bruno Lima (Progressistas),  publicaram em suas redes sociais o abaixo-assinado e incentivaram as assinaturas. ‘O apoio da comunidade foi a salvação da minha família’, agradeceu a tutora Sofia Albuquerque, de 24 anos.

A proposta da ‘Lei Fox’ altera o artigo 32 da Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, para aumentar a pena em caso de maus-tratos a animais e a multa para os tutores que andarem com animais potencialmente perigosos sem proteção. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

Também proíbe a posse de animais considerados ferozes por condenados pela Lei Maria da Penha. A pena proposta é de reclusão de dois a oito anos, em regime fechado, além de multa de R$ 1.000.

Além disso, o texto altera o artigo 147-A do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), para instituir o regime fechado para quem utilizar animal como ameaça ou arma a outra pessoa ou animal.

Repercussão Nacional

Com 180 mil seguidores, o perfil @fox.guerreiro coleciona mensagens de carinho e amor. O spitz alemão, de sete anos, faleceu na última quarta-feira (25), após 16 dias internado lutando pela vida. Fox teve o focinho arrancado durante o ataque que sofreu pelo bull terrier e não resistiu aos problemas de saúde que apareceram como consequência da violenta agressão.

No dia 02 de novembro serão realizadas passeatas pelo Fox em São José dos Campos, São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Sofia agradeceu o apoio da comunidade e falou sobre a importância dessa união.

“Fox trouxe à tona em nível nacional a importante discussão sobre as falhas judiciais relacionadas à causa animal. Seu legado é, portanto, proteger tutoras e animais do nosso país. O apoio da comunidade sem dúvidas foi a salvação da minha família em todos os aspectos. Acredito que a comoção pública trouxe o melhor das pessoas ao nosso redor”, disse.

Foragido

Na última semana, a Justiça decretou a prisão preventiva de Umberto Vieira Ghilarducci, tutor do bull terrier. Apoiada pela GCM (Guarda Civil Municipal), a Polícia Civil cumpriu, na sexta-feira (27), um mandado de prisão e de busca e apreensão na casa de Umberto, no Jardim América. O suspeito não foi localizado e não prestou depoimento sobre o caso quando recebeu a intimação.

A Polícia Civil divulgou a foto de Umberto, que é considerado foragido da Justiça, e pede para aqueles que tiverem informações sobre o paradeiro do tutor liguem para o 181, acesse o web denúncia ou entrem em contato pelo WhatsApp do 7º Distrito Policial (12) 39165529. Não é necessário identificar-se para fazer a denúncia.

Por Lara Salles – Jornal OVale

WhatsApp Image 2023 10 21 at 22.43.42

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.