VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

INMET coloca Vale do Paraíba e deixa Litoral Norte fora das regiões que serão atingidas por nova onda de calor

INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) coloca Vale do Paraíba e deixa Litoral Norte fora das regiões que serão atingidas por nova onda de calor. O alerta foi emitido nesta terça-feira (12) e vale até domingo (17/12). Todas as cidades compreendidas no Alto Vale (Região de São José dos Campos), Médio Vale (Taubaté), Vale Histórico e Vale da Fé e Serra da Mantiqueira estão propensas a ter as temperaturas aumentadas em até 5ºC acima da média, por um período de três a cinco dias. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

As cidades do Litoral Paulista, entre elas Ubatuba, Caraguatatuba, Ilhabela e São Sebastião, ficaram de fora do alerta emitido pelo INMET. De acordo com o órgão oficial de meteorologia do Brasil, “a partir desta sexta-feira (15), o forte calor também é esperado na área que abrange a maior parte do Centro-oeste e Sudeste do Brasil e em áreas das regiões Norte e Nordeste, com temperaturas máximas podendo superar 40°C nos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, interior de São Paulo, Goiás e Bahia”.

Onda de Calor de Novembro no Vale do Paraíba

No dia 14 de novembro, as cidades do Vale do Paraíba e da Serra da Mantiqueira bateram o recorde histórico de calor. Em Taubaté, a temperatura máxima registrada chegou a 39,2 ºC, maior temperatura desde o início das medições históricas nos termômetros oficiais do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) instalados no BPMI 5 (Batalhão da Polícia Militar).

A maior temperatura em Taubaté havia sido registrada em outubro de 2014: 38,7 °C. Na segunda fez 37,1 °C e no domingo 37,2 °C, porém a maior temperatura do ano era de 24 de setembro: 37,3 °C.

Taubaté tem recorde histórico de calor

  • Novembro de 2023 – 39,2 °C
  • Outubro de 2014: 38,7°C
  • Outubro de 2020: 38,6°C
  • Outubro de 2012: 38,3°C
  • Janeiro de 2015: 38,1°C
  • Outubro de 2015: 38,0°C

Outras duas cidades tiveram recorde histórico neste dia. Campos do Jordão, que registrou impressionantes 31 °C e em São Luiz do Paraitinga fez 35,8 °C, de acordo com as estações oficiais do INMET. Antes, a maior temperatura em Campos havia sido 30,5 °C, em 17 de setembro de 1961. Em São Luiz a maior temperatura da história era de domingo (12), 35,1 ºC.

No Litoral Norte, a estação de referência do Inmet em Bertioga não estava operando. Desta forma, utilizando-se como referência a estação de Paraty, no Rio de Janeiro, constata-se que a maior temperatura no dia foi de 33 ºC.

A intensidade do aviso está relacionada com a persistência do fenômeno (número de dias consecutivos) e não apenas aos desvios de temperatura absolutos. Para mais detalhes sobre o critério técnico para emissão de aviso de onda de calor, assista ao vídeo do INMET abaixo.

Meteorologista: Naiane Araujo

Proteja-se da onda de calor

A onda de calor pode apresentar desafios significativos para a saúde e o bem-estar, exigindo cuidados especiais para se proteger. Aqui estão algumas medidas que você pode adotar para se proteger durante períodos de calor intenso:

  1. Hidratação constante:
    • Beba bastante água ao longo do dia para evitar a desidratação. Evite bebidas com cafeína e álcool, pois podem aumentar a perda de líquidos.
  2. Vista roupas leves e claras:
    • Opte por roupas leves, soltas e de cores claras, que refletem a luz solar e ajudam a manter o corpo fresco.
  3. Use protetor solar:
    • Aplique protetor solar com fator de proteção adequado para proteger a pele dos raios UV prejudiciais.
  4. Evite a exposição solar direta:
    • Fique à sombra, especialmente durante as horas mais quentes do dia, entre 10h e 16h.
  5. Use chapéu e óculos de sol:
    • Proteja o rosto e os olhos usando um chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção UV.
  6. Resfrie-se com banhos e compressas:
    • Tome banhos frios ou use compressas úmidas para ajudar a baixar a temperatura corporal.
  7. Evite atividades físicas intensas:
    • Reduza a intensidade do exercício físico durante os períodos mais quentes e escolha horários mais frescos para se exercitar.
  8. Mantenha ambientes frescos:
    • Permaneça em locais com ar condicionado, se possível. Caso contrário, use ventiladores e mantenha as janelas abertas para permitir a circulação de ar.
  9. Monitore grupos de risco:
    • Esteja atento a crianças pequenas, idosos e pessoas com condições médicas crônicas, pois são mais suscetíveis ao calor.
  10. Esteja ciente dos sinais de exaustão pelo calor:
    • Conheça os sintomas de exaustão pelo calor, como tonturas, náuseas, pulso rápido e pele pálida, e procure ajuda médica se necessário.

Lembrando que a onda de calor pode representar riscos sérios à saúde, e é importante estar ciente dos alertas meteorológicos e seguir as orientações das autoridades locais.

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.

Advertisement