"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Jovem é vítima de emboscada e morre baleado em Guaratinguetá

Advertisement

Jovem é vítima de emboscada e morre baleado em Guaratinguetá. O crime aconteceu por volta de 19h52, deste sábado (16/03), pela rua Benedito Fernandes Porto, bairro Jardim do Vale. Kauan Gabryel da Silva Magalhães Nascimento, de 18 anos, foi chamado no portão de casa e quando saiu para conversar foi executado a tiros. Ele havia saído da prisão há poucos dias. Morte dele pode ter relação com a da irmã, assassinada em dezembro de 2022. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

Relatos de testemunhas ouvidas no local por policiais miliares e civis apontam que a vítima estava dentro de casa, quando foi chamada por dois homens em uma moto para conversar. As partes, então, falavam-se na cena do crime, quando um Fiesta Prata, com dois criminosos encapuzados, chegou ao local e estes desceram com arma em punho e fizeram vários disparos, que acertaram Kauan nas coxas, tórax, pescoço, ombro, face, orelha e dorso. Ele chegou a ser socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) à UPA, porém não resistiu e morreu.

Moradores da residência, que fica vizinha dos fatos, disseram que ouviram os disparos de arma de fogo e gritos, mas não presenciaram às cenas do homicídio. A namorada do jovem teria dito a familiares de Kauan, que recebeu uma mensagem pelas redes sociais de uma pessoa de nome “Melissa”, a qual dizia que “iriam matar Kauan e a mãe deste” (sic). A namorada, ainda de acordo com o boletim de ocorrência, teria feito um “print” de tal mensagem, mas esta não foi apresentada aos policiais até o momento.

De acordo com apurações preliminares,  a irmã da vítima de nome Anny foi assassinada em dezembro de 2022, e que o crime de Kauan pode ter relação com o de Anny, a qual teria sido morta a mando de um condenado, atualmente, preso.

No local do crime, a polícia apreendeu 10 estojos de arma de fogo, sendo três delas calibre 380 e sete calibre 9 milímetros, além de dois capacetes, chinelos e meias, para coleta de material genético, a fim de que seja realizado eventual confronto de DNA. Também foram colhidos material genético da motocicleta (freio, acelerador e embreagem). Após a perícia, a motocicleta foi apreendida e encaminhada ao pátio credenciado da Polícia Civil.

Não há informações se este crime está relacionado a um que aconteceu horas depois em outro bairro da cidade. Leia abaixo no link.

Homem é morto e tem casa incendiada em Guaratinguetá

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.