VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Novela sem rumo: licitação para aluguel de ônibus elétricos em São José dos Campos tem recusa documentos de empresa e volta a estaca zero

Advertisement

A novela em torno da licitação para o aluguel de ônibus elétricos em São José dos Campos parece não ter fim à vista, com mais um capítulo que deixa a cidade em suspense. A busca por ônibus elétricos tem sido um objetivo da prefeitura local, visando a modernização e sustentabilidade do sistema de transporte público. No entanto, a licitação, que já estava em andamento e havia sido vencida pela empresa Master Solutions Logística, acaba de sofrer um revés significativo, com o não aceite da documentação apresentada pela empresa à prefeitura. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

O contrato em questão envolve uma quantia substancial, no valor de R$ 2.846.013.062,40, e estipula o aluguel de 400 veículos elétricos por um período de 15 anos. Esta, entretanto, é a quinta tentativa da prefeitura de São José dos Campos para concretizar a locação desses ônibus, o que torna a situação ainda mais frustrante.

Anteriormente, duas dessas tentativas foram suspensas devido a problemas legais, envolvendo a Justiça e o Tribunal de Contas. Em uma terceira ocasião, apenas uma empresa se apresentou, mas acabou não sendo habilitada, impossibilitando a conclusão do processo.

Agora, mais um episódio dessa trama se desenrola, com a recusa de documentos por parte da empresa Master Solutions Logística. De acordo com as informações disponíveis, a empresa tem um prazo de cinco dias úteis para apresentar um recurso, demonstrando seu interesse em corrigir as falhas e seguir adiante com a licitação.

A população de São José dos Campos, que aguarda ansiosamente por melhorias no sistema de transporte público, fica na expectativa de que esse impasse seja resolvido de maneira satisfatória e que a cidade possa finalmente dar um passo em direção à sustentabilidade e eficiência no transporte coletivo. Por enquanto, a novela dos ônibus elétricos em São José dos Campos continua sem um desfecho claro.

Plano B

Enquanto a situação se desenrola, o prefeito Anderson Farias (PSD) anunciou, em entrevista à rádio Jovem Pan, que está disposto a repensar o modelo de ônibus elétricos.

“A gente vem fazendo também um plano B, porque a gente sente que mercado ainda tem uma grande restrição quando a gente fala da frota elétrica, né? O mercado brasileiro ainda está com essa restrição, nós temos aqui apenas na América do Sul, o Chile (com ônibus elétricos).

É onde já tem já a operação de carros elétricos. A gente vê hoje vários movimentos, Curitiba se movimentando, São Paulo, Goiânia. Isso tudo nós iniciamos há dois anos, né? Todo esse processo onde já fizemos a publicação dos editais, fizemos agora novamente, apenas um interessado. A gente deve sim reabrir mas aí fazendo algumas mudanças, algumas alterações, porque a gente sente é o mercado que ainda resiste, né, com essa troca, desse modelo que vem passando por um processo que nós aqui em São José. Eu acredito num novo modelo, o modelo onde a gente tem que ofertar um sistema muito mais moderno e não é a questão só do carro ser elétrico, porque ele é muito mais confortável, não poluente, né? Não é um outro serviço é um carro diferenciado é uma prestação de serviço muito melhor do que nós temos hoje”, finalizou Farias.

Foto de Capa: Claudio Vieira/PMSJC

Taubaté receberá verba complementar para educação, enquanto São José dos Campos fica de fora: Competência na Gestão Educacional em Destaque

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.

Advertisement