VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

PM que agrediu idosa com soco no rosto em Igaratá é afastado das funções

Advertisement

PM que agrediu idosa com soco no rosto em Igaratá é afastado das funções. O comunicado foi feito pela SSP (Secretaria de Segurança Pública) na noite desta terça-feira (30/05). “O policial envolvido foi afastado das atividades operacionais. Foi instaurado um inquérito Policial Militar (IPM) que vai apurar todas as circunstâncias do ocorrido, incluindo a agressão contra uma senhora”, informou a SSP.

A confusão em uma propriedade familiar aconteceu na manhã desta terça-feira (30/05), pelo bairro Água Branca, zona rural da cidade. A PM teria sido acionada para atender a uma ocorrência de desinteligência entre os envolvidos por causa da construção de um muro e chegando ao local, dois PMs tentaram apaziguar os ânimos e foram desacatados e agredidos, de acordo com nota do 41º BPMI (Batalhão da Polícia Militar do Interior), onde os PMs estão lotados. A Polícia Militar que o vídeo não filmou toda a ocorrência.

No vídeo que gravou a ação dos policiais militares, é possível ver dois homens já imobilizados e a idosa tentando acudir os detidos. Em determinado momento, a idosa dá um tapa em um dos policiais e como reação recebe um soco direto de direita no rosto e vai à nocaute. Ela é deficiente auditiva.

Depois do ocorrido há uma breve discussão do policial que agrediu a idosa com quem está filmando. Os policiais ainda mantém os chutes e socos contra um dos homens imobilizados. A idosa, mãe dos rapazes, diz ao policial que a agrediu: “Esse soco vai sair caro”. O policial responde: “A senhora me agrediu primeiro”.

Nota da PM

A Polícia Militar enviou a seguinte nota, que segue abaixo:

“Nesta data (30), a Polícia Militar foi acionada, no município de Igaratá, via COPOM, para atendimento de ocorrência de discussão entre familiares, por questões de divisão de terras deixadas por herança e construção de um muro. Os policiais militares estavam acalmando as pessoas que estavam no local quando, subitamente, uma delas passou a derrubar o muro em construção.

Diante da situação, os policiais tentaram, novamente, conversar com o indivíduo que, muito alterado, desferiu um tapa no rosto de um dos policiais. Em seguida, um segundo indivíduo aproximou-se de um policial, pelas costas, e aplicou-lhe um “estrangulamento” no pescoço. Tais fatos não foram registrados pelas imagens gravadas.

Houve luta corporal e uso de força para conter as pessoas envolvidas. Em meio as agressões, durante a tentativa de contenção de um dos indivíduos, um dos policiais atingiu um soco na região da face de uma mulher, o que foi mostrado nas imagens.

Em função do ocorrido, a ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia de Igarata, e Polícia Militar fará a apuração de todo o contexto por meio de Inquérito Policial Militar. Todos os envolvidos foram encaminhados ao PS local e passarão por exames de corpo de delito.

Seção de Comunicação Social do 41°BPM/I”.

Nota da SSP

Já a SSP se manifestou dizendo o seguinte: “O policial envolvido foi afastado das atividades operacionais. Foi instaurado um inquérito Policial Militar (IPM) que vai apurar todas as circunstâncias do ocorrido, incluindo a agressão contra uma senhora.

Os policiais foram atender uma ocorrência de desentendimento entre dois irmãos que disputavam demarcação de terra. Os agentes relataram que, no local, foram hostilizados e agredidos pelo grupo. A senhora foi atendida ao pronto atendimento da cidade e liberada. Todos os envolvidos, incluindo os policiais, passaram por exames de corpo de delito. O caso foi registrado na Delegacia de Igaratá, onde também foi aberto um inquérito para apuração dos fatos”.

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.