VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

População fica sem ônibus na zona leste nesta sexta-feira (19). Entenda a crise na segurança em São José dos Campos

Advertisement

População fica sem ônibus na zona leste de São José dos Campos na tarde desta sexta-feira (19/01). Mais dois coletivos foram queimados por volta de 16h, um na Avenida Tancredo Neves, no Novo Horizonte, e outro perto da igreja, no 1º de Maio, em uma ação perpetrada por criminosos, sem controle. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

A falta de pronta resposta na segurança por parte da Polícia Militar, na cidade de domicílio eleitoral do Governador, Tarcísio de Freitas, e do vice-governador, Felício Ramuth, deixou a população sem ônibus, uma vez que a empresa Joseense determinou a retirada de circulação de todos os ônibus que atedem a região. A SSP (Secretaria de Segurança Pública) há horas foi cobrada pela reportagem e ainda não respondeu.

A Prefeitura, por sua vez, disse repudiar a ação dos criminosos e fez vistas grossas ao problema de segurança, não tendo mobilizado a competente GCM (Guarda Civil Municipal) para dar resposta a altura à bandidagem.

Com a retirada dos ônibus da região leste de circulação não há previsão de volta dos coletivos às ruas da cidade, que para fins de marketing seria a segunda mais segura do Brasil.

O Vale 360 News, no entanto, é o único veículo de comunicação da região que tem apontado as deficiências na segurança da cidade.

Nota

“A Joseense Transportes lamenta mais uma vez os recentes ataques sofridos por veículos de sua frota nesta sexta-feira (18), na zona leste de São José dos Campos. Após o ônibus da linha 244 (Jardim São José/Terminal Central) ser incendiado na noite de ontem (19), mais dois veículos sofreram ataques durante a tarde de hoje. O veículo da linha 202 (Bom Retiro/Terminal Central) sofreu uma tentativa de incêndio próximo a Av. Tancredo Neves, que foi prontamente impedida pela empresa sem ocasionar grandes danos ao carro. Já o coletivo da linha 237 (Novo Horizonte/Aquarius) chegou a ser completamente incendiado na praça Primeiro de Maio, no Jardim Novo Horizonte. Não houve vítimas. A zona leste da cidade está, neste momento, sem atendimento dos coletivos até que a segurança seja restaurada. Neste momento, a empresa colabora com as autoridades policiais para a investigação das causas dos incidentes, que começaram após a morte de um homem durante um confronto com a polícia na última terça-feira (16). O transporte público leva à população um serviço de qualidade, essencial para a comunidade e não deve ser usado como instrumento de revolta. Qualquer dano a ele ou aos seus colaboradores acarreta graves prejuízos à própria sociedade”.

Confira nos stories do nosso Instagram as imagens que foram enviadas pelos leitores.

Advertisement