VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Polícia investiga abuso de autoridade por GCMs de São José dos Campos em invasão à propriedade

Advertisement

Polícia investiga suposto abuso de autoridade praticado por GCMs de São José dos Campos em invasão à propriedade. A ocorrência foi registrada pelo bairro Jardim Três José/Jardim Americano, na noite de 23 de fevereiro. O caso tem sido objeto de escrutínio pelas autoridades e levantou suspeitas sobre a conduta de autoridades municipais e a garantia dos direitos individuais dos cidadãos abordados. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

A reportagem é baseada no boletim de ocorrência, que foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) e descreve o encadeamento de ações que teriam ocorrido na referida data. Na ocasião, três homens, de 20, 28 e 40 anos, foram conduzidos à delegacia após uma abordagem da Guarda Civil Municipal. No entanto, o que inicialmente poderia ter sido uma intervenção de rotina, logo se transformou em alegações de abuso de poder, manipulação de evidências e violação flagrante dos direitos dos cidadãos.

Um dos conduzidos, o homem de 28 anos, emitiu um depoimento detalhado sob a supervisão de seu advogado, delineando uma narrativa dos eventos que se desenrolaram naquela noite. Segundo o investigado, ele estava em sua residência na companhia de seu amigo, de 40, quando perceberam movimentos suspeitos no quintal. Ao verificar as câmeras de segurança, a esposa do homem de 28 anos, uma mulher, de 29, testemunhou que dois guardas municipais invadiram clandestinamente a propriedade. Os guardas não apenas danificaram o equipamento de monitoramento, mas também reviraram a residência, sem mandado judicial, realizando uma busca aparentemente sem justificativa legal. O Boletim de Ocorrência em nenhum momento cita que os GCMs tinham mandado expedido pela Justiça para tal ação. Além disso, o homem alega ter sido vítima de agressões físicas perpetradas pelos agentes.

Ele ainda disse “que já na frente dessa Delegacia, de dentro da viatura pode ver claramente quando o guarda municipal retirou do interior de uma bolsa de cor preta, um revólver e um pequeno porte vermelho. Que somente quando de sua oitiva tomou ciência que os guardas disseram em depoimento que o declarante estava na posse de uma arma de fogo e seu amigo estava com drogas, fatos esses todos inverídicos, pois existem testemunhas e filmagens que comprovam o abuso de autoridade praticado pelos guaras municipais. Que não conhece e nunca viu a pessoa o investigado de 20 anos.”

O homem, de 40 anos, confirmou as alegações do seu amigo, fornecendo um relato perturbador de sua interação com os guardas municipais. Ele afirmou que foi coagido a confessar a posse de uma arma de fogo sob ameaça e intimidação por parte de um dos agentes.

O registro da ocorrência aponta que a esposa do homem, de 28 anos, e testemunha ocular dos eventos, diz que ela forneceu um relato detalhado e convincente de suas observações naquela noite. Ela descreveu vividamente como os guardas municipais invadiram a residência, danificaram o equipamento de monitoramento e, posteriormente, manipularam as evidências para incriminar os conduzidos.

O que disseram os GCMs

No boletim de ocorrência, os GCMs afirmaram que estavam em patrulhamento pelo Bairro, quando, por volta de 23h30, avistaram dois homens em frente a uma residência específica. Segundo os GCMs, um dos indivíduos foi visto guardando uma arma na cintura. De acordo com o relato dos agentes, ao perceberem a presença da viatura, um dos indivíduos correu para dentro da residência, enquanto o outro permaneceu no local.

A situação rapidamente evoluiu quando os GCMs decidiram abordar o segundo indivíduo, de 20 anos. Após a abordagem, os guardas o teriam questionado sobre o motivo da fuga do outro homem, ao qual ele respondeu que o mesmo estava armado. Diante dessa informação, os agentes solicitaram apoio de outra viatura para adentrar na residência onde o primeiro indivíduo havia corrido.

Os guardas descreveram o processo de entrada na residência, afirmando que pularam o portão para conseguir acesso. Ao tentarem dialogar com o investigado dentro da casa, e não obtendo sucesso, decidiram arrombar a porta de entrada. No interior da residência, encontraram o homem, de 28 anos, e posteriormente o outro de 40, dentro do banheiro.

Durante a busca na residência, os GCMs afirmaram terem encontrado uma arma de fogo no banheiro, ao lado do vaso sanitário. Além disso, durante a revista pessoal no investigado, de 40, eles alegam ter encontrado cerca de 50 pedras de entorpecentes semelhantes a “crack” e uma quantia em dinheiro. Os guardas afirmaram que, após a descoberta desses materiais, conduziram os indivíduos à delegacia para as providências cabíveis.

O delegado ainda questionou a respeito das mensagens apagadas de um dos celulares dos investigados, o de 20 anos, e que poderão ser recuperadas para esclarecer o enredo contato pelas partes.

O delegado ainda fez a seguinte afirmação no boletim de ocorrência: “Temos ainda o fato de que em sendo avisados pela esposa da presença de GCM, torna muito inverossímil a narrativa do agentes, em encontrar droga dentro da residência, ainda mais dentro do banheiro, local onde facilmente drogas são descartadas por indivíduos que a possuem nestes locais”.

Diante das alegações apresentadas pelos conduzidos e das preocupações levantadas pelos depoimentos das testemunhas, o delegado encarregado do caso optou por uma abordagem cuidadosa e deliberada. Em vez de tomar medidas precipitadas e potencialmente prejudiciais, ele decidiu priorizar a realização de diligências adicionais, incluindo a coleta de evidências físicas e o depoimento de testemunhas.

O caso segue em investigação perante a autoridade competente.

Outro Lado

A Prefeitura de São José dos Campos foi procurada pela reportagem e até o momento não se manifestou. Caso o faça, a reportagem será atualizada.

*Foto de Capa: Claudio Vieira/PMSJC

Militar do exército tem mal súbito e morre em Batalhão de Caçapava

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.

 

 

Advertisement