"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Polícia prende foragido, acusado de descumprir medidas protetivas em São José dos Campos

Advertisement

Polícia prende foragido, acusado de descumprir medidas protetivas em São José dos Campos. A prisão aconteceu nesta terça-feira (08/08), pela rua Antônio Costa Rosendo, Jardim paulista. Uma decisão judicial emitida com base na legislação vigente determinou a prisão preventiva de um homem, de 40 anos, investigado por supostamente praticar ameaças e violações às medidas protetivas de urgência previstas no Código Penal. O caso foi conduzido após a denúncia da ex-companheira, que figura como vítima no processo.

O histórico do caso remonta a um procedimento de Medidas Protetivas de Urgência, no qual a vítima alegou ter sido ameaçada pelo investigado. A decisão, datada de 24 de março de 2022, resultou na imposição de medidas protetivas que incluíam a proibição dele se aproximar ou entrar em contato com a vítima e familiares dela, mantendo uma distância mínima de 200 metros.

Apesar das medidas protetivas inicialmente impostas, a vítima, por intermédio do advogado, relatou ao tribunal que o investigado não estava cumprindo as ordens judiciais, continuando a proferir ameaças e injúrias. Comprovando tal descumprimento por meio de mensagens e áudios, a vítima solicitou a intervenção da justiça.

O resultado foi a decretação da prisão preventiva do acusado, que ocorreu em 1º de março de 2023, após comprovado descumprimento das medidas protetivas. Posteriormente, em 21 de março de 203, o investigado obteve liberdade provisória devido à necessidade de realização de uma cirurgia de emergência em seu braço direito.

No entanto, recentemente, o advogado da vítima notificou novamente o tribunal, alegando que ele voltou a desrespeitar as medidas protetivas, enviando mensagens ameaçadoras à vítima e a familiares. A mulher apresentou provas das ameaças, incluindo mensagens de texto e áudios comprometedores.

A promotoria manifestou-se a favor da prisão preventiva do investigado, ressaltando a gravidade do descumprimento das medidas protetivas e o risco iminente para a integridade física e psicológica da vítima. Diante dos fatos apresentados e das evidências contundentes, o juiz responsável decretou a prisão preventiva, que foi cumprida nesta terça-feira.

Os advogados Elianai de Andrade Couto e Bruno Roberto Rocha Gonçalves Leite informaram que as ameaças são constantes, inclusive, aterrorizaram a família das vítima. Informaram ainda que esse tipo de crime deve ser denunciado às autoridades.

 

ASSISTA: Homem esquartejou a mulher por causa de ameaças de que ela teria feito de denunciá-lo à Polícia

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.