VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Quadrilha é presa com R$ 70 mil, após roubo a agência bancária de Paraibuna. Funcionários ficaram presos em cofre

Advertisement

Quadrilha é presa com R$ 70 mil, após roubo a agência bancária de Paraibuna. Funcionários ficaram presos em cofre. Dez funcionarios, no total, foram rendidos. Não houve feridos. Na ação, sete criminosos foram presos pela polícia em um “bunker” de um estabelecimento comercial na cidade. Com eles, os policiais encontraram cinco armas, dinheiro e acessórios. O roubo a agência bancária do Sicredi aconteceu por volta das 07h50, quando um vigilante e a representante da cooperativa de crédito chegaram para o serviço e adentraram à unidade. Na oportunidade, eles foram rendidos por dois criminosos, que de imediato solicitaram o botão de pânico, além de questionarem a respeito  do cofre do estabelecimento e quem seria o responsável pela abertura do mesmo. Foi informado aos criminosos que a responsável, a gerente, não estaria hoje no local por causa de um curso. De acordo com o vigilante e da gerente, os bandidos se comunicavam a todo instante por meio de fones e aparelhos presos ao corpo.

O vigilante foi levado para o pavimento superior da agência e lá os criminosos queriam a abertura do cofre onde ficava as vestimentas, coletes e armas dos vigilantes. O segurança, então, foi desarmado e a munição do revólver dele foi retirada. Ele voltou ao térreo com revólver no coldre, sem munição, e foi orientado a agir como se nada tivesse acontecido. A representante da cooperativa foi orientada a abrir as janelas do estabelecimento para sinalizar que tudo estava transcorrendo bem na agência, que é um costume interno.

As funcionárias que chegavam ao local tinham os nomes perguntados e como cada uma não era a pessoa responsável pela abertura do cofre nesta sexta-feira (16/06), elas foram levadas para uma mesa no andar superior e foram mantidas reféns. Por volta de 08h40, quando a funcionária responsável pela abertura do cofre chegou, foi rendida e obrigada a abrir o mesmo. Eles perguntaram se o cofre tinha o dispositivo “time” e aguardaram. Na oportunidade, eles conseguiram roubar o dinheiro e trancaram os funcionários no cofre.

As autoridades policiais foram acionadas e estiveram no local para colheita de informações e descobriram que os bandidos estavam em um veículo Onix vermelho, que foi encontrado queimado pelo bairro do Chororão. Um dos investigadores ainda descobriu que um segundo carro, um Cruze, dava apoio aos bandidos na ação na agência bancária.  Os investigadores, então, entraram em contato com a Concessionária Tamoios, que identificou o veículo pelo radar do km 40, mas o mesmo não passou pelas câmeras do km 43. De posse desta informação, os policiais concentraram as buscas neste perímetro e contaram com apoio do helicóptero Águia.

Durante as buscas pela quadrilha, foi descoberto que o Cruze estava em um estabelecimento comercial e que o dono do local é um velho conhecido das equipes policiais por ter histórico criminal. Ele disse aos policiais não saber sobre o veículo dentro da propriedade.

Durante a abordagem ao dono do estabelecimento, os policiais ouviram barulhos orindos dos fundos do local e ao ingressarem na propriedade, encontraram seis pessoas escondidas, em uma espécie de bunker, além de armas, colete balístico com o logo do Sicredi, valores em espécie, simulacro de arma de fogo e um artefato simulando uma dinamite. Todos foram abordados e presos em flagrante delito, sendo conduzidos ao DEIC (Departamento Especializado de Investigações Criminais) de São José dos Campos para a continuação dos trabalhos de Polícia Judiciária.

Ao todo, 20 policiais participaram da operação, que envolveu agentes das policiais Civil de Paraibuna, Jacareí e São José dos Campos.

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu WhatsApp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.