"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Saiba como será o funcionamento do radar dedo-duro no Vale do Paraíba. Equipamentos serão instalados em breve

Advertisement

Ao trafegar pelas rodovias do estado, é crucial estar atento aos limites de velocidade e às normas de trânsito. Com a implantação dos novos modelos de radar dedo-duro, uma tecnologia avançada que promete captar motoristas infratores que excedam esses limites, utilizando a leitura automática da placa do veículo em conjunto com registro fotográfico.

Fique atento, aperte o cinto e respeite os limites de velocidade quando estiver nas rodovias estaduais no Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Afinal de contas, o prejuízo financeiro pode ser bem salgado. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

No caso de infração de velocidade, o valor das multas varia de acordo com a porcentagem de limite excedido da velocidade:

  • Até 20% (multa de R$ 130,16)
  • Superior a 20% e até 50% (R$ 195,23)
  • Acima de 50% (R$ 880,41)

Além da fiscalização de velocidade, esses dispositivos terão a capacidade de identificar pendências relacionadas ao IPVA e licenciamento dos veículos que passarem por eles. Diante dessa dinâmica, com registro com foto e identificação de placas, será possível também saber se os veículos estão com licenciamento vencido, são roubados ou furtados.

No caso de licenciamento vencido, o condutor vai ser autuado, pois configura infração gravíssima e acarreta uma série de problemas para ele, como apreensão do veículo, multa de R$ 293,47 e sete pontos na carteira.

No caso da falta de pagamento do IPVA, os motoristas precisam ficar atentos, já que por causa do débito não conseguem emitir o Certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV).

Outros detalhes do radar dedo-duro

O radar dedo-duro poderá, entre outras coisas, ajudar no fluxo de trânsito e identificar veículos que tenham sido roubados ou que estejam com alguma pendência.

Rodovias administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) no Vale do Paraíba e Litoral Norte receberão esses novos dispositivos em 2024. O edital de licitação, divulgado recentemente, prevê a instalação de 67 novos radares na região, como parte de um projeto que abrangerá um total de 649 pontos de fiscalização em todo o Estado de São Paulo.

As principais rodovias contempladas com a medida serão: a Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), a Oswaldo Cruz (SP-125), e a Rio-Santos (SP-055). A previsão é que esses equipamentos modernos e eficientes sejam instalados no primeiro semestre de 2024, contribuindo não apenas para a segurança viária, mas também para o controle do trânsito e a identificação de veículos irregulares.

Onde será instalado o radar dedo-duro?

Rodovia Doutor Manuel Hipólito Rego (SP-055) – Ubatuba até Bertioga

  • Km 54 – sentido Norte/Sul
  • Km 71,7 – sentido Leste/Oeste
  • Km 73,1 – sentido Leste/Oeste
  • Km 78,3 – sentido Leste/Oeste
  • Km 79,8 – sentido Leste/Oeste
  • Km 80,8 – sentido Leste/Oeste
  • Km 89,1 – sentido Leste/Oeste
  • Km 102,7 – sentido Leste/Oeste
  • Km 104,9 – sentido Leste/Oeste
  • Km 106,4 – sentido Leste/Oeste
  • Km 114,2 – sentido Leste/Oeste
  • Km 119,9 – sentido Leste/Oeste

Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125) – Taubaté até Ubatuba

  • Km 5,9 – sentido Norte/Sul
  • Km 25,4 – sentido Norte/Sul
  • Km 27 – sentido Norte/Sul
  • Km 42,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 66,3 – sentido Norte/Sul
  • Km 73,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 77 – sentido Norte/Sul
  • Km 80,9 – sentido Norte/Sul
  • Km 85,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 88,3 – sentido Norte/Sul

Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123) – Taubaté até Campos do Jordão

  • Km 1,2 – sentido Norte/Sul
  • Km 11,5 – sentido Norte/Sul
  • Km 13,1 – sentido Norte/Sul
  • Km 16,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 28,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 31 – sentido Norte/Sul
  • Km 35,6 – sentido Norte/Sul
  • Km 43,1 – sentido Norte/Sul

SP-062 – via Cachoeira Paulista até São José dos Campos

  • Km 118,1 – sentido Leste/Oeste
  • Km 140,6 – sentido Leste/Oeste
  • 152,3 – sentido Leste/Oeste
  • 156,6 – sentido Leste/Oeste
  • 183,8 – sentido Leste/Oeste

Rodovia Monteiro Lobato (SP-50) – São José dos Campos a Campos do Jordão

  • Km 98,5 – sentido Norte/Sul
  • Km 103,1 – sentido Norte/Sul
  • Km 128,1 – sentido Norte/Sul
  • Km 175,9 – sentido Norte/Sul

SP-052 – liga Cachoeira Paulista até Minas Gerais

  • Km 212 – sentido Norte/Sul
  • Km 218,6 – sentido Norte/Sul
  • Km 220,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 232,7 – sentido Norte/Sul

Rodovia Paulo Virgínio (SP-171) – liga Guaratinguetá a Cunha

  • Km 2,2 – sentido Norte/Sul
  • Km 19,9 – sentido Norte/Sul
  • Km 32 – sentido Norte/Sul

Rodovia Oswaldo Barbosa Guisardi (SP-046) – da SP-50 até Santo Antônio do Pinhal

  • Km 154,5 – sentido Leste/Oeste
  • Km 165,1 – sentido Leste/Oeste

SP-066 – liga São Paulo a São José dos Campos

  • Km 100,5 – sentido Leste/Oeste
  • Km 102,4 – sentido Leste/Oeste

Rodovia Nilo Máximo (SP-077) – Jacareí até Salesópolis

  • Km 1,8 – sentido Norte/Sul
  • Km 2,5 – sentido Norte/Sul

SP-121 – liga Oswaldo Cruz a Natividade da Serra

  • Km 1,2 – sentido Leste/Oeste
  • Km 18,1 – sentido Leste/Oeste

SPA 092/060 – liga a Via Dutra a Pindamonhangaba

  • Km 2,1 – sentido Norte/Sul
  • Km 3,8 – sentido Norte/Sul

Rodovia Vereador Júlio da Silva (SP-042) – São Bento do Sapucaí até limite com Minas Gerais

  • Km 163 – sentido Norte/Sul

Rodovia Deputado Nesralla Rubez (SP-058) – Cachoeira Paulista até Lavrinhas

  • Km 216,7 – sentido Leste/Oeste

Rodovia dos Tropeiros (SP-068) – liga Cachoeira Paulista ao estado do Rio de Janeiro

  • Km 245,3 – sentido Leste/Oeste

SP-103 – liga Caçapava à Tamoios

  • Km 1,8 – sentido Leste/Oeste

SP-131 – em Ilhabela

  • Km 11,2 – sentido Norte/Sul

Rodovia Doutor Caio Gomes Figueiredo (SP-132) – de Pinda até a Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro

  • Km 159,4 – sentido Leste/Oeste

Rodovia João Martins Corrêa (SP-153) – de Guaratinguetá até São Luiz do Paraitinga

  • Km 6,1 – sentido Norte/Sul

SPA 017/123 – em Tremembé

  • Km 2 – sentido Leste/Oeste

SPA 085/060 – em Pindamonhangaba

  • Km 1 – sentido Norte/Sul

SPA 099/060 – em Pindamonhangaba

  • Km 1,6 – sentido Norte/Sul

SPA 143/062 – entre Pindamonhangaba e Tremembé

  • Km 3 – sentido Norte/Sul

Tipo de radar dedo-duro

  • 29 radares fixos com capacidade de fiscalizar as duas faixas de rolamento em local de sentido único ou duplo de fluxo. Utilizando uma câmera em cada lado da via, monitorando os dois sentidos ou sentido único com uma câmera para cada faixa;
  • 05 radares fixos com capacidade de fiscalizar três faixas de rolamento em local de sentido único ou duplo de fluxo. Utilizando uma câmera em um dos lados da via e duas câmeras no outro lado da via, monitorando os dois sentidos ou sentido único com uma câmera para cada faixa;
  • 04 radares fixos com capacidade de fiscalizar quatro faixas de rolamento em local de sentido único ou duplo de fluxo. Utilizando duas câmeras em um dos lados da via e duas câmeras no outro lado da via, monitorando os dois sentidos ou sentido único com uma câmera para cada faixa. Sempre que comportar no sentido duplo, na existência de canteiro central deverá ser posicionado uma câmera em um dos lados da via, uma câmera no outro lado da via e duas câmeras no canteiro central;
  • 14 radares fixos com capacidade de fiscalizar e classificar duas faixas de rolamento em local de sentido único ou duplo de fluxo. Utilizando uma câmera em cada lado da via, monitorando os dois sentidos ou sentido único com uma câmera para cada faixa;
  • 02 radares fixos com capacidade de fiscalizar e classificar quatro faixas de rolamento em local de sentido único ou duplo de fluxo. Utilizando duas câmeras em um dos lados da via e duas câmeras no outro lado da via, monitorando os dois sentidos ou sentido único com uma câmera para cada faixa. Sempre que comportar no sentido duplo, na existência de canteiro central deverá ser posicionado uma câmera em um dos lados da via, uma câmera no outro lado da via e duas câmeras no canteiro central;
  • 05 lombadas eletrônicas com capacidade de monitorar até duas faixas de rolamento sem canteiro central, sendo uma faixa para cada sentido, com configuração de duas estruturas implantadas na lateral das pistas;
  • 01 lombada eletrônica com com capacidade de monitorar até duas faixas de rolamento com canteiro central, uma faixa para cada sentido, com configuração de uma estrutura implantada no canteiro central;
  • 01 lombada eletrônica com com capacidade de monitorar até três faixas de rolamento com canteiro central, uma faixa em um sentido e duas no sentido inverso, com configuração de uma estrutura implantada no canteiro central e a outra na lateral;
  • 02 lombadas eletrônicas com capacidade de monitorar e classificar até duas faixas de rolamento sem canteiro central, sendo uma faixa para cada sentido, com configuração de duas estruturas implantadas na lateral das pistas.

Foto de Capa: Imagem de wirestock no Freepik 

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu WhatsApp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.