"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Caçapava: Homem que tentou matar companheira em abril, tenta matá-la novamente e ameaça colocar fogo na mãe

Advertisement

Homem que tentou matar companheira em abril, tenta matá-la novamente e ameaça colocar fogo na mãe. O episódio mais recente envolvendo o casal e a família aconteceu entre domingo (10) e esta quinta-feira (14/09). O agressor é usuário de drogas e a mulher é vítima de violência doméstica desde o início do relacionamento com ele. Gustavo Eduardo Barbosa de Carvalho, de 24 anos, foi preso em flagrante.

O autor, que estava em liberdade provisória, foi capturado por policiais militares em via pública e conduzido à delegacia da cidade. No domingo (10), de acordo com relatos obtidos pela reportagem, ele agrediu a companheira, de 22 anos, com chutes na costela, trancou o filho dela em quarto escuro e ameaçou queimar a mãe dele ao jogar álcool nela, caso ela não lhe desse dinheiro para comprar entorpecentes.

Nesta quinta (14), os policiais militares foram novamente acionados pelo COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar), depois de ligação de vizinhos, para atender a uma situação de violência doméstica. Na chegada dos policiais, a vítima relatou que durante uma discussão, o autor pegou uma faca e apontou próximo ao seu pescoço, dizendo que a mataria. De acordo com o boletim de ocorrência, a companheira disse à autoridade policial “que durante todo o relacionamento sofre ofensas verbais e físicas do autor, que também tem usado meios rígidos para castigar seu filho, de 5 anos de idade, que mora na residência”.

O casal é conhecido dos meios policiais, visto que em abril deste ano, o jovem a agrediu e a arrastou para o meio da rua. Na ocasião, ele foi preso em flagrante. Meses depois, ele foi solto por um pedido feito por ela, em carta direcionada ao juiz, dizendo que daria uma segunda chance a ele.

Tentativa de feminicídio

A tentativa de feminicídio de Gustavo em relação à companheira aconteceu em 18 de abril, em uma rua do Jardim Rafael. Na ocasião, a mulher foi agredida com vários chutes, tapas e socos e estava desmaiada e desacordada quando a Polícia Militar chegou ao local dos fatos. Na época dos fatos, os policiais militares informaram que encontraram ao lado da mãe, o filho, de 04 anos, que chorava muito. A mulher foi socorrida para o Pronto-Socorro da Fusam, pelo SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e teve três costelas quebradas.

As imagens de câmeras de segurança mostraram o momento em que o homem estava na calçada e arrasta a vítima desacordada para o meio da rua não se importando com a aproximação de um ônibus, que é obrigado a frear para não atropelá-la (Veja o vídeo abaixo)

Outro lado

O advogado Hélio Barbosa que defendia Gustavo foi procurado pela reportagem para comentar a prisão do jovem, porém se limitou a dizer que deixou o caso.

No depoimento ao delegado, disse que possui um relacionamento de seis meses com a vítima e “que às vezes eles se desentendem, contudo sem agressão física”. Ele negou agressão física nesta quinta e disse apenas ter chutado o ventilador por ter ficado nervoso, após uma discussão.

Ele também negou ter ameaçado a vítima com uma faca e quando questionado a respeito do filho dela, informou que cuida dele como um pai e que o menino gosta dele. Gustavo ainda negou ter a agredido fisicamente o menor e disse que coloca o menino de castigo para o educar, com o consentimento da mãe.

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.