VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Em nova investida para tirar famílias do Banhado, prefeito de São José dos Campos oferece R$ 110 mil por família que deixar o local

Advertisement

Em nova investida para tirar famílias do Banhado, prefeito de São José dos Campos oferece R$ 110 mil por família que deixar o local. O projeto de lei foi envaido para a aprovação dos vereadores e foi lido na sessão desta quinta-feira (05/10). O processo tramita em regime de urgência e se todas as famílias cadastradas aderirem ao programa, a Prefeitura vai gastar R$ 38, 5 milhões até o fim de 2024. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

Na fundamentação do projeto de lei, Anderson Farias, diz que o objetivo é garantir moradia digna para os moradores que foram cadastrados em levantamento de 2014. Segundo o prefeito, “0 local contempla o Parque Natural Municipal do Banhado – PCMB, abrangendo em
torno de 1,5 milhões de metros quadrados que em sua maioria trata-se de turfa, trazendo com isso impossibilidade de regularização daquelas moradias e frente à necessidade de transferência das famílias daquele local, em 2018 a administração municipal criou o Programa de Transferência Voluntária, amparado pela Lei Complementar n. 604, de 2018, e Decreto n. 17.788, de 2018, com suas posteriores alterações, que proporciona os benefícios de R$ 2.300,00 de auxílio mudança; R$ 2.700,00 de auxílio demolição; R$ 700,00 de auxílio moradia, sendo que em março de 2023, o auxílio moradia passou a ser de R$ 1.000,00 autorizado pelo Decreto n. 19.272, de 2023”.

Pelo projeto de lei, os R$ 110 mil seriam pagos em duas parcelas, sendo: R$ 50 mil pagos após 30 dias no quais as famílias tiverem deixado o local e R$ 60 mil pagos quando todas as famílias desocuparem a área. Aquelas famílias que explorarem a área ocupada para agricultura de subsistência, desde que devidamente comprovado mediante vistoria “in loco”, poderão manter a atividade, todavia sem estabelecer moradia no local, estando ciente de que qualquer
construção similar à moradia poderá ser demolida.

Esta é mais uma tentativa da gestão Farias/Ramuth de retirar moradores que ocupam a área há décadas. No projeto enviado à câmara, o chefe do executivo diz que há uma decisão judicial, a qual determina a remoção de cinco famílias da área de Proteção Permanente do Parque do Banhado.

Decisão favorável às famílias do Banhado

Em maio deste ano, a Justiça de São José dos Campos determinou que a Prefeitura regularize as casas do bairro Jardim Nova Esperança, no Banhado. A decisão de primeira instância, determina que a gestão Farias deve:

  • Apresentar projeto de regularização urbanística sustentável dos imóveis situados nas zonas de especial interesse social do bairro, prevendo a realização de todas as intervenções necessárias, inclusive para eliminação dos eventuais riscos existentes no bairro;
  • fazer o projeto com a participação da população local;
  • realocar a população atingida em unidades habitacionais construídas no próprio bairro ou em área próxima, mediante plano de reassentamento que deve integrar o projeto de regularização;
  • reconhecer o domínio por usucapião coletivo das áreas particulares ocupadas pelos moradores da comunidade e pagar uma indenização aos moradores por danos morais coletivos no valor simbólico de mil reais a cada família.

Foto de Capa: PMSJC

Comerciantes do centro de São José dos Campos de mãos atadas por causa de usuários de drogas

Vale 360 News Shop

site 360 news 3

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.