VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Promessa, ônibus elétricos em São José dos Campos podem ficar só no marketing

Advertisement

Promessa, ônibus elétricos em São José dos Campos podem ficar só no marketing. O sonho da administração Farias (PSD) pode ter caído por terra com a desclassificação da empresa que fez a a única proposta para alugar 400 veículos elétricos à URBAM (Urbanizadora Municipal), uma vez que a documentação não satisfez os itens do edital. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

A empresa Master Solutions Logística tem até esta semana para recorrer da decisão e a Prefeitura terá outros cinco dias úteis para se manifestar. O contrato em questão envolve uma quantia substancial, no valor de R$ 2.846.013.062,40, e estipula o aluguel de 400 veículos elétricos por um período de 15 anos. Esta foi a quinta vez que a Prefeitura abriu licitação para estatizar o sistema de transporte público em São José dos Campos.

Anteriormente, duas dessas tentativas foram suspensas devido a problemas legais, envolvendo a Justiça e o Tribunal de Contas. Em uma terceira ocasião, apenas uma empresa se apresentou, mas acabou não sendo habilitada, impossibilitando a conclusão do processo.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, na semana passada, Farias disse que está disposto a repensar o modelo de ônibus elétricos.

“A gente vem fazendo também um plano B, porque a gente sente que mercado ainda tem uma grande restrição quando a gente fala da frota elétrica, né? O mercado brasileiro ainda está com essa restrição, nós temos aqui apenas na América do Sul, o Chile (com ônibus elétricos).

É onde já tem já a operação de carros elétricos. A gente vê hoje vários movimentos, Curitiba se movimentando, São Paulo, Goiânia. Isso tudo nós iniciamos há dois anos, né? Todo esse processo onde já fizemos a publicação dos editais, fizemos agora novamente, apenas um interessado. A gente deve sim reabrir mas aí fazendo algumas mudanças, algumas alterações, porque a gente sente é o mercado que ainda resiste, né, com essa troca, desse modelo que vem passando por um processo que nós aqui em São José. Eu acredito num novo modelo, o modelo onde a gente tem que ofertar um sistema muito mais moderno e não é a questão só do carro ser elétrico, porque ele é muito mais confortável, não poluente, né? Não é um outro serviço é um carro diferenciado é uma prestação de serviço muito melhor do que nós temos hoje”, finalizou Farias.

Foto de Capa: Adenir Britto/PMSJC

Taubaté receberá verba complementar para educação, enquanto São José dos Campos fica de fora: Competência na Gestão Educacional em Destaque

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.

Advertisement