VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Vídeo: Orientação para Professores de São José dos Campos que não receberão o prêmio do magistério municipal de 2023

Advertisement

Diante da indignação dos Professores de São José dos Campos que não receberão o prêmio do magistério municipal em 2024, o Vale 360 News, pediu à consultora do portal e advogada especialista em direito constitucional e dos servidores públicos, Débora Ewenne, que explicasse aos educadores dos planos antigo e novo da rede de ensino, em como proceder para saber quais critérios foram usados pela Secretaria da Educação para chegar aos 92 professores premiados. Mais de 3.100 professores efetivos não terão direito ao bônus na Cidade da Educação 5.0. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

A reportagem fez contato com a Prefeitura na manhã desta quinta-feira (29/02) e pediu uma entrevista com o Secretário de Educação e Cidadania, Jhonnis Santos, porém, até o momento não há uma resposta da Assessoria de Imprensa a respeito de tal solicitação. No mesmo pedido, a reportagem ainda perguntou a respeito dos critérios para a avaliação dos professores do plano antigo para o recebimento do prêmio do magistério.

Outro questionamento feito à Secretaria é relacionado ao processo que deve ser feito pelos educadores para entrar com recurso contra os resultados da premiação.  Por fim, também perguntamos, se o Secretário acha que o trabalho dele a frente da pasta é bom, uma vez que mais de 3.100 educadores foram reprovados na avaliação da Prefeitura.

Para saber como proceder, é importante que os professores de São José dos Campos assistam, na íntegra, ao vídeo.

A Prefeitura de São José dos Campos publicou que os profissionais, 3.140 professores, que não irão receber o prêmio não atingiram a média mínima equivalente a oito pontos em três avaliações periódicas de desempenho consecutivas ou em cinco avaliações alternadas (artigos 31 e 32 da LC 454/2011).

“O sentimento da nossa categoria é de que a chamada Educação 5.0 só funciona como estratégia de marketing. Na realidade, nós, educadores e educadoras, estamos com nossos salários cada vez mais defasados, sem condições de promoção na carreira e tendo que acumular jornadas em diferentes redes de Educação para dar conta de sobreviver. Não é à toa que a maioria dos afastamentos de saúde na Prefeitura ocorram na Educação e sejam por questões de saúde mental”, disse Jéssica Marques professora e diretora do Sindicato dos Servidores de São José dos Campos  .

*Foto de Capa: Flávio Pereira/PMSJC

Educação 5.0: Apenas 92 dos mais de 3 mil professores da rede municipal de ensino de São José dos Campos receberão prêmio do magistério

Polícia investiga abuso de autoridade por GCMs de São José dos Campos em invasão à propriedade

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.

Advertisement