VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Advogada pede afastamento imediato e cassação do prefeito de Campos do Jordão

Advertisement

Advogada pede afastamento imediato e cassação do prefeito de Campos do Jordão. O requerimento pedindo a análise da Câmara Municipal aconteceu na terça-feira (13/06) e foi feito pela advogada Izabel Ribeiro de Camargo, que denuncia práticas de infrações político-administrativas pelo prefeito Marcelo Padovan. A apreciação do requerimento deve ser feito na sessão de segunda-feira (19/06).

De acordo com a denunciante, Padovan comete infrações em três áreas da gestão administrativa: Saúde, Infraestrutura e Educação. No requerimento de 17 páginas, Izabel relata que o Prefeito tem sido omisso na saúde e cita o exemplo do que aconteceu no último feriado de Corpus Christi, segundo a qual o Pronto-Socorro não dispunha de médico pediatra de plantão, fazendo com que as mães voltassem para casa sem atendimento.

Ela lembra que há um contrato em vigência, firmado pelo atual prefeito em outubro de 2022, de quase R$ 40 milhões, pelo período de 12 meses, para prestação de serviços na área de saúde. A advogada questiona se as parcelas mensais recebidas pela empresa não são suficientes para a contratação de médico pediatra. Ela também fala em omissão da prefeitura a respeito da fiscalização do contrato firmado.

O segundo ponto questionado por Izabel diz respeito ao mau uso do dinheiro público em contratos milionários de infraestrutura, no caso asfalto, que sempre são vencidos por três empresas, duas das quais de Mogi das Cruzes e cujos sócios são pessoas com o mesmo sobrenome. Com as referidas empresas, desde 2020, foram celebrados, segundo a denunciante 48 contratos, todos acima de R$ 1 milhão. Ela relata que apesar dos contratos, as ruas em Campos do Jordão estão em “estado deplorável”.

O terceiro questionamento se refere à terceirização do serviço de limpeza das escolas e cujo contrato com a empresa vencedora é de quase R$ 850 mil.

A reportagem procurou o Prefeito Marcelo Padovan para comentar a respeito do pedido de afastamento imediato e cassação dele e foi informada por assessores de que a “bola” está com o legislativo.

Em contato com a reportagem, o presidente da Câmara de Campos do Jordão, Leandro César, nos informou a respeito do processo e nos enviou uma nota oficial, cujo teor segue abaixo:

“A Câmara Municipal de Campos do Jordão recebeu na tarde da última terça-feira, denúncia com pedido para que a Câmara proceda o afastamento imediato e posterior Cassação do Mandato do Prefeito Marcelo Padovan. O documento protocolado na Casa de Leis está em análise para averiguar a procedência do pedido e quais medidas legais, cabíveis e regimentais serão tomadas.”

*Matéria atualizada às 20h00

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu WhatsApp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.