VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Escolas municipais de São José dos Campos dispensam alunos por falta de água

Advertisement

Escolas municipais de São José dos Campos dispensam alunos por falta de água nesta quinta-feira (16/11), dia em que a Sabesp completa sete dias de problemas no abastecimento para a população joseense. As escolas que dispensaram os alunos foram: Antônio Palma Sobrinho, no Parque Nova Esperança, e a Professora Maria Amélia Wakamatsu, no Campos de São José. Há relatos de leitores que outros estabelecimentos de ensino precisam adotar a mesma medida. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

Na terça (15), a escola Professora Maria Amélia já havia adotado a mesma medida. A prefeitura de São José dos Campos foi procurada para comentar a respeito da dispensa dos alunos e como será feita a reposição das aulas, uma vez que os alunos não receberam conteúdo programático nesta quinta e nem na terça. O espaço segue aberto para manifestação da Gestão Anderson Farias (PSD).

Com exceção de Farias, que timidamente disse que acionaria um órgão da Prefeitura para fiscalizar a Sabesp, o Procon, os outros políticos da cidade sumiram. Felício Ramuth (PSD), vice-governador e presidente do Conselho Diretor do Programa Estadual de Desestatização, mora na cidade, mas disse, anteriormente, que na casa dele não falta água, porém não deu as caras na atual crise. Os deputados, Dr. Elton (União Brasil) e Letícia Aguiar (Progressistas) representantes de São José na Assembleia Legislativa também não se pronunciaram.

O único político que se pronunciou foi a Deputada Federal, Tabata Amaral (PSB), que enviou ofício ao Presidente da Sabesp, Andre Salcedo, solicitando diversos esclarecimentos em relação a falta de água em São José dos Campos. Entre os pontos abordados pela Deputada está o que ela questiona a empresa a respeito de como se dará a compensação às famílias, aos comércios, às indústrias, entre outros, afetados pela ausência de água.

A deputada ainda lamenta o que classifica como falta de competência da Sabesp em prover condições mínimas de abastecimento para parte da população joseense. “Expresso minha consternação com tais fatos, que, na melhor das hipóteses, parecem revelar o despreparo técnico da Sabesp na gestão do abastecimento de água em São José dos Campos”, pontuou no documento.

‘Dentro dos padrões’, diz Sabesp sobre água com gosto e cheiro de cloro em São José dos Campos

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.