VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Atenção: Fim do verão terá onda de calor prolongada no Vale do Paraíba, Litoral e Serra da Mantiqueira. Temperaturas serão extremas

Advertisement

A meteorologia prevê que fim do verão terá onda de calor prolongada no Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira. As temperaturas serão extremas na região, com registros acima de 35ºC, podendo chegar a quase 40ºC em algumas cidades. A segunda e a terça-feiras ainda terão pancadas de chuva isoladas no fim da tarde. O calorão vai se intensificar a partir da segunda metade desta semana e a previsão é que se estenda por até dias. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

De acordo com o Instituto de Meteorologia, MetSul, a onda de calor deve se prolongar por até 10 dias em algumas regiões do Centro-Sul do Brasil, o que inclui o Sudeste. No estado de São Paulo, Vale do Paraíba e região metropolitana, a bolha de calor vai deixar as chuvas mais escassas e o tempo vai ser mais parecido com setembro do que com março.

O bloqueio atmosférico, segundo a MetSul, vai impedir o avanço de frentes frias, levando à sequência de dias seguidos de altas temperaturas e com termômetros com marcas bem acima do normal. O calor deve bater recorde para o mês de março no Vale, Litoral e Serra.

Onda de calor

Uma onda de calor é um período de tempo excepcionalmente quente, geralmente com temperaturas muito acima das médias normais para uma região e estação específicas. Esse fenômeno climático se forma devido a uma série de fatores atmosféricos, incluindo:

  1. Altas Pressões Atmosféricas: Um sistema de alta pressão pode estagnar sobre uma área, impedindo a circulação do ar. Isso dificulta a dispersão do calor e da umidade, fazendo com que as temperaturas aumentem.
  2. Jet Stream: Movimentos ou configurações incomuns do jet stream (fortes ventos na alta atmosfera) podem contribuir para a formação de ondas de calor, isolando uma massa de ar quente.
  3. Radiação Solar Intensa: Em algumas situações, a radiação solar intensa, especialmente durante o verão, pode aumentar significativamente as temperaturas locais.
  4. Influência Urbana: Nas cidades, o fenômeno conhecido como “ilha de calor urbana” pode intensificar uma onda de calor, pois as estruturas urbanas tendem a reter mais calor do que áreas rurais.

As ondas de calor podem ter impactos significativos na saúde humana, nos ecossistemas, na agricultura e na demanda por energia. Com as mudanças climáticas, é esperado que esses eventos se tornem mais frequentes e intensos.

Proteja-se da onda de calor

A onda de calor pode apresentar desafios significativos para a saúde e o bem-estar, exigindo cuidados especiais para se proteger. Aqui estão algumas medidas que você pode adotar para se proteger durante períodos de calor intenso:

  1. Hidratação constante:
    • Beba bastante água ao longo do dia para evitar a desidratação. Evite bebidas com cafeína e álcool, pois podem aumentar a perda de líquidos.
  2. Vista roupas leves e claras:
    • Opte por roupas leves, soltas e de cores claras, que refletem a luz solar e ajudam a manter o corpo fresco.
  3. Use protetor solar:
    • Aplique protetor solar com fator de proteção adequado para proteger a pele dos raios UV prejudiciais.
  4. Evite a exposição solar direta:
    • Fique à sombra, especialmente durante as horas mais quentes do dia, entre 10h e 16h.
  5. Use chapéu e óculos de sol:
    • Proteja o rosto e os olhos usando um chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção UV.
  6. Resfrie-se com banhos e compressas:
    • Tome banhos frios ou use compressas úmidas para ajudar a baixar a temperatura corporal.
  7. Evite atividades físicas intensas:
    • Reduza a intensidade do exercício físico durante os períodos mais quentes e escolha horários mais frescos para se exercitar.
  8. Mantenha ambientes frescos:
    • Permaneça em locais com ar condicionado, se possível. Caso contrário, use ventiladores e mantenha as janelas abertas para permitir a circulação de ar.
  9. Monitore grupos de risco:
    • Esteja atento a crianças pequenas, idosos e pessoas com condições médicas crônicas, pois são mais suscetíveis ao calor.
  10. Esteja ciente dos sinais de exaustão pelo calor:
    • Conheça os sintomas de exaustão pelo calor, como tonturas, náuseas, pulso rápido e pele pálida, e procure ajuda médica se necessário.

Lembrando que a onda de calor pode representar riscos sérios à saúde, e é importante estar ciente dos alertas meteorológicos e seguir as orientações das autoridades locais.

*Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.
Advertisement