"

VALE 360 NEWS – NOTÍCIAS DO VALE DO PARAÍBA E LITORAL NORTE

As principais notícias do Vale do Paraíba e do Litoral Norte em destaque

Protótipo do carro voador será produzido ainda este ano pela Embraer em Taubaté

Advertisement

Protótipo do carro voador será produzido ainda este ano pela Embraer em Taubaté. Os testes também irão acontecer até o fim de 2024 em Gavião Peixoto. A Eve Air Mobility, subsidiária da Embraer e responsável pelo desenvolvimento e produção dos eVtols (Veículos voadores elétricos) tem uma carteira de quase 3 mil pedidos, que devem começar a ser entregues em 2026.

A produção do 1º protótipo de carro voador em Taubaté foi confirmado pelo presidente da Embraer-X,  Daniel Moczydlower, ao Portal G1.

“A Eve só tinha montado e até colocou para voar o modelo de escala 1:3, que é como se fosse um drone gigante. Agora, vamos produzir o veículo de verdade, que iremos usar no futuro. Esta é uma etapa essencial para começar a certificação com a Anac”, completou. CLIQUE AQUI E ENTRE NO NOSSO CANAL DO WHATSAPP

Até o momento, a Eve possui o maior e mais diversificado backlog da indústria, que soma cartas de intenções para até 2.850 eVtols. Isso, representa  aproximadamente US$ 8.6 bilhões. Os interessados são clientes operadores de helicópteros, companhias aéreas, empresas de leasing e plataformas de voos compartilhados.

São até aqui 29 clientes espalhados por todos os continentes. No Brasil, dos 2.850 eVtols, são 335 veículos dos quais 100 são para a Avantto, 50 para a Helisul, 50 para a OHI (Revo), 40 para a FlyBIS, 25 para a Flapper e 70 para a Voar.

  • United Airlines:
    • Pedido: 400 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Valor: US$ 15 milhões
    • Local de Operação: São Francisco e arredores, EUA
  • Blade India:
    • Pedido: Até 200 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Índia
  • FlyBIS Aviation Limited:
    • Pedido: Até 40 eVTOLs
    • Ano: Não especificado
    • Local de Operação: Brasil e América do Sul
  • Embraer e BAE Systems:
    • Pedido: Até 150 eVTOLs
  • Fahari Aviation (subsidiária da Eve) e Kenya Airways:
    • Pedido: Até 40 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Quênia
  • Falcon Aviation Services:
    • Pedido: Até 35 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Oriente Médio e África (com foco em Dubai)
  • Global Crossing Airlines Group, Inc.:
    • Pedido: Até 200 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Flórida
  • Microflite:
    • Pedido: Até 40 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Austrália
  • HeliSpirit (parte do grupo HM Consolidated):
    • Pedido: Até 50 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Austrália
  • Falko Regional Aircraft Limited:
    • Pedido: 200 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: Global (com foco inicial em rotas definidas pela Falko)
  • SkyWest:
    • Pedido: 100 eVTOLs
    • Ano: 2021
    • Local de Operação: Global (com foco em operadores regionais)
  • Azorra:
    • Pedido: 200 eVTOLs
    • Ano: 2021
    • Local de Operação: Não especificado
  • Republic Airways:
    • Pedido: Até 200 eVTOLs
    • Ano:2021
    • Local de Operação: Não especificado
  • Sydney Seaplanes:
    • Pedido: 50 eVTOLs
    • Ano: 2021
    • Local de Operação: Grande Sydney, Austrália
  • Avantto:
    • Pedido: 100 eVTOLs
    • Ano: 2021
    • Local de Operação: Brasil e América Latina
  • Bristow Group Inc.:
    • Pedido: Até 100 eVTOLs
    • Ano: 2021
    • Local de Operação: operação global
  • Halo:
    • Pedido: 200 eVTOLs
    • Ano: 2022
    • Local de Operação: EUA e Reino Unido
  • Helisul Aviation:
    • Pedido: Até 50 eVTOLs
    • Ano: 2021
    • Local de Operação: Brasil
  • Voar Aviation:
    • Pedido: 70 eVTOLs
    • Ano: 2023
    • Local de Operação: Brasil
  • Nordic Aviation Capital (NAC):
    • Pedido: 15 eVTOLs (definitivo) e 15 opcionais
    • Ano: 2023
    • Local de Operação: Global (através de leasing)
  • Widerøe Zero:
    • Pedido: Até 50 eVTOLs
    • Ano: 2023
    • Local de Operação: Escandinávia
  • AirX Inc.:
    • Pedido: 10 eVTOLs (firmes) e direitos de compra de outras 40 aeronaves
    • Ano: 2024
    • Local de Operação: Japão

O carro voador da Embraer (e-Vtol)

Os Veículos Elétricos de Decolagem e Pouso Vertical (eVTOLs) representam uma revolução na mobilidade aérea urbana, prometendo transformar a forma como nos deslocamos nas cidades do futuro. Essas aeronaves, impulsionadas por motores elétricos, são projetadas para decolar e pousar verticalmente, eliminando a necessidade de pistas de pouso tradicionais e permitindo operações em áreas urbanas densamente povoadas.

Uma das principais vantagens dos eVTOLs é sua capacidade de oferecer deslocamentos rápidos e eficientes, reduzindo os tempos de viagem e aliviando o congestionamento nas ruas. Além disso, sua propulsão elétrica contribui para a redução das emissões de carbono e para uma maior sustentabilidade ambiental, tornando-os uma opção atraente para cidades preocupadas com a qualidade do ar e o impacto ambiental.

O veículo será 100% elétrico à bateria e inicialmente capaz de transportar quatro passageiros e mais o piloto, por uma distância de até 100 quilômetros. Os ruídos emitidos pela aeronave serão em até 90% inferiores aos de helicópteros.

A Embraer, através da EVE, está trabalhando em estreita colaboração com reguladores, autoridades de aviação e parceiros da indústria para garantir que seu eVTOL atenda aos mais altos padrões de segurança e regulamentação. Além disso, a empresa está explorando uma variedade de aplicações para seu eVTOL, incluindo transporte urbano de passageiros, serviços de táxi aéreo, logística de carga e muito mais.

Com seu compromisso com a inovação e a excelência técnica, a Embraer está preparada para desempenhar um papel fundamental na transformação da mobilidade urbana por meio de seus eVTOLs avançados, contribuindo para cidades mais conectadas, sustentáveis ​​e acessíveis para todos.

Programa de estágio da Embraer abre 200 vagas

Não perca a oportunidade de ficar bem-informado (a). Ganhe tempo e receba no seu Whatsapp as principais notícias do Vale do Paraíba. É simples, aperte o botão abaixo e entre no nosso grupo.